Aventura Pirata: Treino da Atenção e das Funções Executivas Mediante Autoinstruções

164,46 

Devido à sua simplicidade e flexibilidade, o programa é adequado para trabalhar tanto em contextos clínicos e educacionais. É um recurso muito útil e atrativo que permite trabalhar com as fichas de forma consecutiva ao longo de uma sessão ou como parte de um programa de intervenção intercalado com outras tarefas focadas no mesmo objetivo.

  • Composto por 3 níveis: dos 6 aos 8 anos, dos 8 aos 10 anos e 10 aos 12 anos;
  • Cada nível tem 4 tipos de atividades: Mapa Pirata, Contagem dos Tripulantes, Coordenadas e Inventário;
  • Cada uma delas composta por 15 fichas. O programa inclui também um cartão com o esquema das autoinstruções para poder ser usado durante a resolução das tarefas.
Qtd:

FICHA TÉCNICA

  • Versão: Portuguesa
  • Autor: Andrés Sardinero (adaptação portuguesa é de Ana Santos e Sara Casanova)
  • População: Crianças
  • Idades: Dos 6 aos 12 anos
  • Aplicação: Individual
  • Duração: Entre 10 e 15 minutos cada tarefa (60 tarefas por nível).

DESCRIÇÃO

Aventura Pirata, Treino da Atenção e das Funções Executivas Mediante Autoinstruções, tem como objetivo ensinar as crianças a terem e a recorrerem a um discurso interno, aplicando uma estrutura organizada de autoinstruções, para que possam resolver, autonomamente, tarefas cognitivas e académicas, de uma forma atenta e reflexiva.

O programa tem como referência as teorias de Meichenbaum e de Orjales sobre o treino de autoinstruções. O treino de autoinstruções faz parte de uma intervenção multimodal, utilizada em particular nos casos diagnosticados com Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA), pelo que se recomenda complementar este programa com o uso de estratégias de intervenção, orientadas para as necessidades específicas de cada criança.

O programa centra-se em ajudar a criança a desenvolver e utilizar, de maneira sistemática, competências como: reconhecer os objetivos específicos da atividade académica que tem de fazer; planificar e gerar estratégias para solucionar eficazmente os problemas; ser capaz de atuar de acordo com uma instrução mantendo a atenção sustentada; e, por último, desenvolver o hábito de rever as tarefas depois de as completar, com menor supervisão do adulto, reforçando os seus êxitos e aprendendo com os seus erros.

O programa engloba quatro tipos de atividades que foram desenhadas para exercitar a atenção sustentada, a memória de trabalho e outras funções executivas, tais como o planeamento, a inibição, a flexibilidade e a monitorização de execução.

O programa Aventura Pirata tem 3 níveis:

  • Nível 1: dos 6 aos 8 anos (do 1º ao 2º Ano de escolaridade);
  • Nível 2: dos 8 a 10 anos (do 3º ao 4º ano de escolaridade);
  • Nível 3: dos 10 aos 12 anos (do 5º ao 6º ano de escolaridade).

Esta classificação por idades serve apenas para orientação. Para algumas crianças, devido ao seu nível de rendimento e de desenvolvimento neuropsicológico, é mais adequado trabalhar com cadernos de níveis inferiores ou superiores aos indicados para a sua idade ou nível de escolaridade.

Podem encontrar-se em cada nível 4 tipos de atividades (Mapa Pirata, Contagem dos Tripulantes, Coordenadas e Inventário), cada uma delas composta por 15 fichas. O programa inclui também um cartão com o esquema das autoinstruções para poder ser usado durante a resolução das tarefas.

MATERIAL

O Programa Aventura Pirata é composto por:

  • 1 manual técnico,
  • 3 cadernos de fichas
  • 1 cartão com as autoinstruções.

As fichas que fazem parte dos cadernos são materiais destacáveis (não reutilizáveis), para que se tornem mais práticas na sua utilização.

  • Cada nível tem 4 tipos de atividades (Mapa Pirata, Contagem dos Tripulantes, Coordenadas e Inventário)
  • Cada uma delas composta por 15 fichas. O programa inclui também um cartão com o esquema das autoinstruções para poder ser usado durante a resolução das tarefas.