TOM – Teste de Orientação Motivacional

100,55 183,75 

Este teste poderá ser utilizado em diversos contextos como, por exemplo, orientação escolar, recrutamento e seleção, gestão e desenvolvimento de carreiras, etc.
O Teste de Orientação Motivacional (TOM)  avalia as motivações que orientam o comportamento laboral. As teorias que serviram de referência para esta prova foram a teoria das necessidades de McClelland e os estudos sobre o pensamento criativo de Berlyne.

Limpar

FICHA TÉCNICA

  • Versão: Portuguesa
  • Autor: Laura BorgogniLaura PettitaClaudio Barbaranelli (versão portuguesa: Joana de Oliveira)
  • População: Adultos
  • Idades: + 18 Anos
  • Aplicação: Individual ou Grupo
  • Duração: Aproximadamente 15 minutos.
  • Correção online: através da plataforma de TPbyHogrefe

DESCRIÇÃO

O Teste de Orientação Motivacional (TOM)  avalia as motivações que orientam o comportamento laboral. As teorias que serviram de referência para esta prova foram a teoria das necessidades de McClelland e os estudos sobre o pensamento criativo de Berlyne.
Os itens que constituem o TOM avaliam as escolhas que as pessoas tendem a fazer, as suas preferências, aquilo que gostam de fazer, ou seja, aquilo que orienta o seu comportamento. Inclui quatro dimensões:

  • Orientação para os resultados (objetivos) – Pessoas orientadas para os objetivos dão o seu melhor quando: se dedicam a tarefas de dificuldade crescente, têm oportunidade de pôr-se à prova e recebem feedback sobre o seu desempenho.
  • Orientação para a inovação – Pessoas orientadas para a inovação dão o seu melhor quando: podem experimentar coisas novas, explorar situações pouco conhecidas e trabalhar em várias atividades em simultâneo e não em atividades repetitivas.
  • Orientação para a liderança – Pessoas orientadas para a liderança dão o seu melhor quando: podem assumir posições de influência e de controlo, podem guiar e orientar os outros e distribuir tarefas e responsabilidades pelo grupo.
  • Orientação para as relações – Pessoas orientadas para as relações dão o seu melhor quando: trabalham em equipa e num bom ambiente, trabalham com colegas que são também ‘amigos’ e recebem apoio afetivo.

Enquanto instrumento de referência para área de Recursos Humanos, os seus pontos fortes são:

    1. As afirmações estão relacionadas com indicadores comportamentais específicos.
    2. É possível avaliar um grande número de sujeitos num curto espaço de tempo.
    3. A relação entre as afirmações e as situações laborais permite a aplicação da prova no contexto da seleção, em programas de desenvolvimento ou de valorização de potencial.

NORMAS

Amostra portuguesa: N (total)=781; amostras de adultos recolhidas em contexto Seleção e Não Seleção.

A tipificação portuguesa utiliza notas T. Tabelas de normas disponíveis:

    • Amostra de Adultos:
      • Amostra total (para ambos os sexos, independentemente do contexto de recolha da amostra);
      • Para contexto de Seleção;
      • Para contexto de Não Seleção.

Fidelidade
O teste TOM apresenta uma consistência interna elevada. Os valores obtidos para as várias escalas variam entre .84 e .93 (N=781).

CORREÇÃO

CORREÇÃO ONLINE. A correção desta prova é feita na plataforma TP Online by Hogrefe.

MATERIAL

Material incluído no Kit Completo:

  • Manual Técnico (1)
  • Folha de Respostas (100 ou 25) e Código para 100 ou 25 cotações (correção online).
0

Your Cart